Por: Coluna Pelo Estado

O SENAI, entidade da FIESC, dá início em maio à formação de profissionais do Paraguai na área de manutenção de aeronaves. A iniciativa é resultado de uma parceria triangular firmada pela instituição com a Direção Nacional de Aeronáutica Civil (DINAC), do Paraguai, e a Agência Internacional de Cooperação da Coreia (KOICA).

No Brasil, o memorando de entendimentos foi assinado pelo diretor de educação e tecnologia da FIESC e diretor regional do SENAI/SC, Fabrizio Machado Pereira. 

“Em Santa Catarina, vamos treinar seis experts da DINAC em três formações na área de manutenção de aeronaves. A indicação para atuar na formação destes profissionais partiu da Força Aérea Brasileira. Temos infraestrutura, equipamentos e os cursos são reconhecidos pela Agência Nacional de Aviação Civil, a ANAC”, destaca o diretor. Serão 260 horas de capacitação teórica e prática nas instalações do SENAI, em Palhoça. 

A parceria entre as três entidades terá investimentos da ordem de US$ 92 mil (pouco mais de R$ 538,6 mil). O valor integra um projeto maior da KOICA, que aportará US$ 11 milhões no desenvolvimento da indústria aeronáutica paraguaia e no crescimento econômico, qualificando os profissionais da aviação civil nas áreas de manutenção de aeronaves, controle de tráfego aéreo e operações de voo no Paraguai.  

No âmbito do acordo, a KOICA apoia e gere o programa de cooperação, enquanto a Direção Nacional de Aeronáutica Civil (DINAC) é a beneficiária e responsável tanto pela administração, quanto pela seleção e envio de instrutores e profissionais de manutenção da aviação para formação e intercâmbio de conhecimentos. Além disso, o SENAI oferecerá programas de treinamento relacionados à aviação, planos de estudos e livros didáticos adequados para a DINAC e investirá recursos adicionais em contrapartida para promover o aprendizado dos profissionais.

Pelo Estado