Por: Andréa Leonora

Na manhã de sexta-feira (11) foi realizada a assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre a Defesa Civil de Santa Catarina (DC-SC) e a Secretaria de Estado da Educação (SED) para a implementação do “Programa Defesa Civil e Prevenção na Escola” na rede estadual de ensino. O ato foi realizado no município de Xanxerê e também marcou a adesão da primeira escola estadual no Programa, a E.E.B. Presidente Artur da Costa e Silva. O evento contou com a participação do Chefe da Defesa, João Batista Cordeiro Jr, e do Secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni.

O objetivo da ação é implementar um sistema de aprendizagem teórica e prática de ações em Proteção e Defesa Civil, capaz de apoiar a educação formal nas séries finais do ensino fundamental. A iniciativa busca incentivar a resiliência e a implementação da Redução de Riscos a Desastres, em consonância com a Lei 12.608/12 e Lei de Diretrizes e Bases da Educação – LDB/ 9394/96.

O termo de cooperação prevê a colaboração entre os órgãos para a implementação de políticas públicas permanentes em defesa do meio ambiente, redução da vulnerabilidade, prevenção, mitigação, estudos básicos sobre gestão de riscos e de desastres, cidadania, promoção de saúde e segurança global através do currículo escolar. Da mesma forma, o Programa busca fomentar ações educativas e pedagógicas para sensibilizar a sociedade civil e as instituições públicas e privadas, sobre as consequências das mudanças climáticas. O programa engloba o entendimento dos problemas relacionados com a extinção de espécies, contaminação do ar, escassez da água e ao efeito estufa, ou seja, os problemas que interferem diretamente na qualidade de vida e nos relacionamentos sociais.

“O Programa Defesa Civil e Prevenção na Escola é uma ferramenta que também vai contribuir com as discussões inerentes às condições de saúde ambiental e proliferação de doenças que alteram a qualidade de vida”, comentou o Chefe da Defesa Civil. Segundo ele, a assinatura do termo de cooperação é apenas o início, pois agora o programa pode ser realizado em outras escolas estaduais de Santa Catarina. “Com a educação vamos mudar o comportamento da nossa população em relação aos desastres para uma atitude proativa e resiliente, incentivando o sentido de auto proteção dos catarinenses”, destacou.

Já o Secretário de Estado da Educação explicou que a ação também busca revitalizar a Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida na Escola, COM-Vida, para dar continuidade ao Programa. “Essa é uma ação de investimento na idade certa, de forma preventiva, antes que os problemas aconteçam e esperamos que se reverta em benefício para a sociedade. Dentro do Programa vamos realizar a capacitação de professores para que os temas de proteção e defesa civil sejam incorporados no currículo escolar”, ressaltou Uggioni. Segundo ele, todas as ações terão o acompanhamento das coordenadorias regionais da DC SC e da SED.

A metodologia utilizada no programa é pioneira no Brasil e pretende aumentar a resiliência e o fortalecimento da cooperação no papel fundamental da escola, a formação do cidadão. “O Programa Defesa Civil na Escola tem como meta preparar o cidadão para um futuro melhor”, finalizou João Batista.

 

(Da Assessoria)