Por: Andréa Leonora

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Mario Cezar de Aguiar, está em isolamento domiciliar até que sejam concluídos testes para o novo coronavírus (Covid-19). O exame foi realizado após o secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten, testar positivo para o vírus. Aguiar esteve junto com a comitiva presidencial que viajou a Miami, nos Estados Unidos. O próprio Presidente Jair Bolsonaro (PSL) também realizou testes e é monitorado, assim como todos os demais integrantes da comitiva, incluindo deputado federal catarinense Daniel Freitas (PSL).

Com a comitiva brasileira, Aguiar participou com empresários e investidores no Seminário Empresarial Brasil-Estados Unidos na Flórida, na última segunda-feira (9), onde tratou de acordos comerciais com o mercado americano, em especial no estado da Flórida.

Segundo assessoria da Fiesc, Aguiar não apresenta sintomas e coletou exames como medida preventiva e para atender também aos protocolos do Ministério da Saúde.

A situação é semelhante com o deputado Daniel Freitas, que também esteve na comitiva, e é monitorado em Brasília. O deputado não apresenta sintomas da doença, informou sua assessoria.

Resultado de exame de Bolsonaro é esperado para esta sexta-feira (13)

O presidente Jair Bolsonaro, que completa 65 anos no dia 21, segue sendo monitorados desde a quarta-feira, após Wajngarten apresentar os primeiros sintomas da doença. Os resultados dos testes coletados do presidente são esperados para esta sexta, 13.

O secretário brasileiro, que acompanhou Bolsonaro na missão, também esteve em contato direto com o presidente norte-americano, Donald Trump, que, por sua vez, declarou não estar preocupado. O governo brasileiro já avisou os Estados Unidos sobre os exames de Wajngarten.

Por Fábio Bispo