Por: Ewaldo Willerding

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou neste sábado (7) os dados da Matriz de Risco Potencial em relação ao novo coronavírus. Pela nova classificação, 10 regiões do estado se encontram em nível gravíssimo (cor vermelha) e seis regiões em nível grave (cor laranja), demonstrando um agravamento nos números.  

Em comparação com os dados divulgados no último boletim, no dia 27 de janeiro, a única região que apresentou melhora foi a Foz do Rio Itajaí que baixou do nível gravíssimo para o grave.

As regiões da Grande Florianópolis, Serra Catarinense e Xanxerê retornaram ao nível gravíssimo e a região do Extremo Sul que se encontrava em nível alto também teve um aumento no risco, passando ao patamar grave. 

No índice de monitoramento, que leva em conta o acompanhamento dos casos, apenas as regiões do Alto Vale do Itajaí, Carbonífera, Extremo Sul e Laguna estão em estado grave, todas as outras encontram-se no patamar gravíssimo. 

Sobre a mudança na data da Matriz

A partir desta semana, a Matriz de Risco Potencial Regional, que avalia as condições da Covid-19, passa ser divulgada aos sábados, com dados coletados nas sextas-feiras. As alterações e as medidas sanitárias passarão a ser aplicadas na segunda-feira subsequente.

O objetivo desta alteração na data da divulgação e do início das ações necessárias é proporcionar a atividades e municípios maior prazo para adequações e restrições sanitárias, diante de eventuais mudanças de classificação. Além de facilitar a organização dos órgãos fiscalizatórios.

As alterações necessárias diante de novas classificações passarão a ser aplicadas a partir das 0h do dia 8 de fevereiro de 2021.

16 mil casos ativos em SC

O Governo do Estado relatou que há 590.449 casos confirmados de Covid-19 em Santa Catarina, sendo que 567.005 estão recuperados e 16.954 continuam em acompanhamento. O balanço foi divulgado nesta sexta-feira (5). O coronavírus causou 6.490 óbitos no estado até agora. A taxa de letalidade atual é de 1,1%.

São 448 casos ativos a mais em relação ao último boletim, e há 24 óbitos adicionais. Registrou-se uma alta de 3.021 na quantidade de confirmados. Já a estimativa de recuperados cresceu 2.549.

Casos em todo o estado

Há casos confirmados em todos os 295 municípios catarinenses, e há 271 com pelo menos um óbito. O Governo do Estado estima que haja 274 com casos ativos. A cidade com a maior quantidade de confirmações de infecção pelo novo coronavírus é Joinville, que contabiliza 55.261 casos. Na sequência, aparecem Florianópolis (51.729), Blumenau (31.233), São José (22.958), Criciúma (21.280), Palhoça (17.376), Balneário Camboriú (17.177), Itajaí (16.464), Chapecó (16.450) e Brusque (16.183).

Atualmente, há 1.538 leitos de UTI ativos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado, dos quais 1.158 estão ocupados, sendo 471 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus. A taxa de ocupação geral é de 75,3% e há 380 leitos vagos atualmente.

Pelo Estado