Por: Coluna Pelo Estado

O diário argentino La Nación publicou no início da tarde desta quarta-feira que o maior ídolo do futebol daquele país morreu de uma parada cardíaca, por volta do meio dia. Segundo o jornal, Maradona, 60 anos, estava em casa, em  San Andrés, norte da Província de Buenos Aires. Nove ambulâncias estiveram no local, mas não conseguiram reanimar o jogador.

Maradona era considerado um dos maiores, mais famosos e mais polêmicos jogadores do século 20.