Por: Coluna Pelo Estado

O volume de distribuição de gás natural da SCGÁS, em agosto, atingiu a média de 2.026.881 de metros cúbicos por dia, resultado 1,26% superior ao mesmo mês do ano passado. Este é o maior volume consumido pelo mercado catarinense em um mês de agosto, desde o início da operação do sistema de distribuição no estado, no ano 2000.

Em relação a julho de 2020, o resultado é 6,28% superior, o que indica a manutenção da tendência de alta no consumo iniciada em maio. Os números registrados no último mês são inferiores apenas aos de fevereiro em 2020, confirmando os bons índices de recuperação do Estado, acima da média nacional no pós pandemia.

Comportamento do mercado

O setor industrial, responsável pela maior fatia de consumo em Santa Catarina – cerca de 80% -, em agosto demandou um volume 7,08% superior julho. O segundo maior segmento abastecido, o automotivo – responsável por cerca de 16 -, cresceu 2,70%.

Ambos os mercados são importantes referências para a economia catarinense, pois o gás natural abastece cerca de 50% do PIB industrial catarinense e o GNV é utilizado por mais de 105 mil usuários com veículos emplacados, a maioria deles de transporte individual de passageiros, atividades comerciais ou de lazer.

No mês de agosto, a SCGÁS ultrapassou, ainda, o número de 300 indústrias abastecidas e chegou a 64 municípios catarinenses atendidos por rede de distribuição ou por meio de outros modais de abastecimento.