Por: Coluna Pelo Estado

Os pedidos de habeas corpus do ex-secretário da Casa Civil de Santa Catarina, Douglas Borba, e do advogado Leandro Adriano de Barros foram aceitos pelo Tribunal de Justiça. Com isso, ambos foram soltos na manhã desta terça-feira, 7.

Douglas Borba durante a acareação na CPI dos Respiradores. FOTO: Rodolfo Espínola/Agência AL

Eles estavam presos, de forma preventiva, desde 6 de junho, ou seja, há pouco mais de um mês. Douglas e Leandro foram presos no âmbito da operação O2, que investiga a compra irregular de Respiradores, pelo governo do Estado, sem licitação, no valor de R$ 33 milhões.

Na época, o Ministério Público alegou que as prisões foram necessárias para impedir que os investigados destruíssem provas, principalmente as que apontavam ligações entre os envolvidos.

Após o sim da Justiça de Santa Catarina para os pedidos de habeas corpus, Borba e Barros podem responder em liberdade.