Por: Coluna Pelo Estado

Dois novos depoimentos estão marcados para a reunião desta terça-feira, 7, a partir das 17h, na CPI dos Respiradores da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). O secretário de  administração, Jorge Eduardo Tasca, será um dos depoentes. O outro é ex-superintendente administrativo da Secretaria de Estado da Saúde (SES)Vanderlei Vanderlino Vidal. Os dois depoimentos serão colhidos no Auditório Antonieta de Barros, na Alesc.

Motivos da oitiva

Jorge Eduardo Tasca foi convidado a falar na CPI porque criou o grupo de Whatsapp usado para auxiliar o Estado na compra de equipamentos e insumos para o enfrentamento da pandemia. Conforme os parlamentares, o secretário participava ativamente do grupo.

Instalada há dois meses, a CPI investiga a compra com dispensa de licitação de 200 respiradores pela Secretária de Estado da Saúde, em março deste ano, junto à Veigamed. A negociação foi concluída, com pagamento antecipado no valor de R$ 33 milhões, mas os equipamentos jamais foram entregues ao Estado.