Por: Coluna Pelo Estado

O impeachment do governador de SC está avançando. O presidente da Comissão Especial do Impeachment, deputado João Amin (PP) recebeu as defesas de Carlos Moisés (PSL), da vice, Daniela Reinehr (sem partido), e do Secretário de Administração, Jorge Tasca, na tarde desta quarta-feira, 2. O advogado Marcos Probst e o chefe interino da Casa Civil, Juliano Chiodelli, entregaram a defesa de Moisés e do secretário da Administração. A defesa de Daniela Reinehr foi entregue pela advogada Ana Blasi.

Defesa da vice-governadora foi entregue de forma separada pela advogada Ana Blasi.

Na próxima quinta-feira, 3, às 11h, a comissão realizará sua primeira reunião. O encontro ocorre no Plenário Deputado Osni Régis, de forma híbrida, ou seja, presencial e com videoconferência. A convocação, feita pelo presidente da comissão, deputado João Amin (PP), já foi distribuída aos demais membros do colegiado.

O tema principal da reunião será a apresentação, por parte do relator Luiz Fernando Vampiro (MDB), do cronograma de trabalhos do colegiado instalado na semana passada para analisar a denúncia contra o governador Carlos Moisés da Silva (PSL), a vice Daniela Reinehr (sem partido) e o secretário Jorge Eduardo Tasca, referente à equiparação salarial dos procuradores do Estado.

Na reunião, também serão distribuídas aos membros da comissão cópias das defesas dos denunciados. Com base na análise da denúncia e das defesas, o relator apresentará parecer recomendando o acatamento ou o arquivamento do pedido de impeachment. O parecer resultará em projeto de decreto legislativo (PDL), que será votado em plenário na segunda quinzena de setembro.