Por: Andréa Leonora

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE-SC), vinculada à Superintendência de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde Santa Catarina, lançou nota à imprensa para esclarece que não houve confirmação do diagnóstico dos casos de Gripe A (H1N1) divulgados na região de Xanxerê.

De acordo com o documento expedido pelo laboratório que realizou exames, em Xanxerê, os resultados não podem ser considerados positivos sem a realização de um novo exame comprobatório.

Segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela DIVE-SC, este ano, foram notificados 42 casos de influenza em Santa Catarina: sendo 33 pelo vírus A (H1N1), oito pelo vírus A (H3N2) e um (2,4%) pelo vírus Influenza B.

 

Os municípios que apresentaram casos confirmados foram:

  • Blumenau (9)
  • Florianópolis (5)
  • Chapecó (5)
  • Itajaí (3)
  • Joinville (3)
  • Jaraguá do Sul (2)
  • Tubarão (2)
  • Armazém (1)
  • Braço do Norte (1)
  • Balneário Camboriú (1)
  • Brusque (1)
  • Camboriú (1)
  • Criciúma (1)
  • Jacinto Machado (1)
  • Lages (1)
  • Maravilha (1)
  • Palhoça (1)
  • Pomerode (1)
  • São José (1)
  • Além de um caso de paciente morador de São Paulo, atendido em Santa Catarina.

A DIVE acrescentou que só são notificados os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) dos pacientes internados em unidades hospitalares. Estes são tratados segundo o Protocolo de Tratamento da Influenza do Ministério da Saúde, independentemente da realização de exames e a critério médico.

(Da Assessoria)