Por: SC Portais

Representantes de cinco indústrias cerâmicas catarinenses estiveram na Secretaria de Estado da Fazenda (SEF) com o objetivo de discutir medidas para impulsionar o setor. “O governo do Estado está abrindo as portas para discutir melhorias para o desenvolvimento econômico de Santa Catarina. Para isso, estamos recebendo diversos segmentos, ouvindo as propostas e criando grupos de trabalho para, em conjunto, pensarmos em alternativas que estimulem a competitividade e o crescimento da economia”, contou o secretário da SEF, Paulo Eli.
A produção anual do setor cerâmico catarinense é de 130 milhões de metros quadrados de revestimentos, com faturamento superior a R$ 3,8 bilhões, gerando impostos estaduais na faixa de R$ 270 milhões e empregando 6,5 mil trabalhadores de forma direta, além de 15 mil indiretos. “Ficamos felizes diante da receptividade do governo estadual com o setor industrial e pelo comprometimento em buscar alternativas para minimizar os impactos da crise e, mais recentemente, da greve dos caminhoneiros”, disse o presidente do Sindicato das Indústrias Cerâmicas de Criciúma, Paulo César Benetton.
Participaram da reunião representantes das empresas Cecrisa, Eliane, Portobello, Portinari e Elizabeth, além do secretário da ADR de Criciúma, João Fabris, e o presidente da Associação Empresarial de Criciúma (ACIC), Moacir Dagostin.
 
Rapidinho

Em apenas dois meses como deputado federal, o suplente Osvaldo Mafra, presidente estadual do Solidariedade (SD-SC), entregará R$ 2,6 milhões em tratores, implementos e infraestrutura para a agricultura de Santa Catarina da região de São Miguel do Oeste. A entrega será na sede da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetaesc), entidade que oficializou o pedido ao deputado em nome dos trabalhadores rurais catarinenses, e será feita até o dia 2 de julho, quando a Fetaesc completará 50 anos e data em que Mafra devolve o mandato ao titular Jorge Boeira (PP-SC). | Foto: Divulgação

 
____________________________
“Fomentar a agricultura e, ao mesmo tempo, causar o menor impacto no meio ambiente é uma condição que já coloca Santa Catarina como destaque. É importante fomentar que isso aconteça também nas áreas urbanas.”
Governador Eduardo Pinho Moreira sobre a sanção do projeto de lei que Política Estadual de Apoio à Agricultura Urbana. Ele ainda destacou que o estado é o que menos devasta suas florestas, segundo o Instituto SOS Mata Atlântica
______________________________
 
Erro corrigido A lei que reconhece a Colônia Nova Itália, no município de São João Batista, Grande Florianópolis, como pioneira da imigração italiana no Brasil foi sancionada pelo governador nesta terça-feira (19). Proposta pelo então deputado estadual Altair Silva (PP), a nova lei  corrige o erro histórico cometido pelo Congresso Nacional e o presidente da república, Michel Temer, contra Santa Catarina, ao darem a um município do Espírito Santo o título de “pioneiro da imigração italiana no Brasil”.

Mais homenagem O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, recebeu mais duas homenagens na noite de quarta-feira (22): a comenda da Ordem das Cataratas e o troféu “Amigo do Festival das Cataratas”, pelo município de Foz do Iguaçu (PR). A ação do ministro catarinense para a implantação do visto eletrônico para a entrada no Brasil de turistas norte americanos, canadenses, australianos e japoneses gerou um fluxo 20% maior de visitantes destes países para a cidade.

Novo prazo O Comitê Gestor do E-social prorrogou para 1° de janeiro de 2019 a data da obrigatoriedade  para micro e pequenas empresas e empreendedores individuais. A Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedor Individual (Fampesc) foi uma das entidades que solicitou a alteração de data em ofício encaminhado para a Receita Federal, para os três senadores catarinenses e para o presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa,  deputado Jorginho Mello. O E-social é uma plataforma eletrônica onde os empresários registram os dados trabalhistas, tributários, fiscais e previdenciários dos funcionários.