Por: SC Portais | 08/12/2017
Enquanto os servidores do Estado do Rio de Janeiro estão sem receber
os salários de setembro, outubro e novembro, e a primeira parcela
do 13º salário, situação que se repete em boa parte dos estados
brasileiros, em Santa Catarina os servidores estaduais vão receber antecipadamente
o salário de dezembro e a segunda parcela do 13º. O anúncio
foi feito em transmissão ao vivo pelo governador Raimundo Colombo, em
sua página no Facebook. Acompanhado dos secretários Renato Lacerda
(Fazenda), Nelson Serpa (Casa Civil), Milton Martini (Administração) e o
procurador-geral do Estado, João dos Passos Martins Neto, o governador
reforçou que o ano foi duro e que os desafios foram muitos. E comemorou a
possibilidade de injetar R$ 2,2 bilhões na economia catarinense, somados
os valores do salário de novembro (pago no dia 30), da segunda parcela do
13º (pagamento no próximo dia 15) e de dezembro (pagamento no próximo
dia 22). “Para nós está sendo uma grande vitória. Foi desafiador, mas conseguimos.
Parabéns a Santa Catarina”, disse ao final do pronunciamento.
Orgulho Em outro vídeo colocado no ar ontem, Colombo comemorou a divulgação,
pelo IBGE, de que Santa Catarina é o estado com a menor desigualdade de renda
entre as famílias. “Mais um dado que nos orgulha.”
Mutirão Técnicos de todas as bancadas da Assembleia estão trabalhando
intensamente nos últimos dias e têm até as 23h59min de hoje para definirem onde
cabem as emendas dos parlamentares propostas para o Orçamento Impositivo, que
destaca R$ 230 milhões do orçamento estadual do próximo ano para livre indicação
dos deputados estaduais. É que antes de mexer na peça orçamentária, também
precisam adequar as propostas com diretrizes do Plano Plurianual (PPA) 2016-2019.
Pressa Tudo precisa ficar pronto até o horário limite, porque tanto o PPA quanto
a Lei Orçamentária de 2018 (LOA) estão programadas para fechar às 24 horas.
Portanto, quem conseguir dar conta de suas propostas, consegue alocar R$ 5,7
milhões para atendimento das bases, por meio de projetos, a maioria para municípios,
ou para atendimentos a hospitais, já que metade da verba deve ser destinada à saúde.
Busca de apoio Começou com toda força a articulação da Defensoria Pública de
Santa Catarina na Assembleia Legislativa em busca de fortalecimento. o defensor
público geral, Ralf Zimmer Jr, teve reuniões com vários deputadas de diferentes
siglas. Pretende ampliar o serviço que em 2017 garantiu acesso à Justiça a 500 mil
pessoas de baixa renda.
Avançar Cidades A deputada federal Geovania de Sá (PDSB-SC) esteve em audiência,
ontem, com o novo ministro das Cidades, Alexandre Baldy. A parlamentar
tratou da liberação de recursos para os municípios catarinenses pré-selecionados
no programa Avançar Cidades. Na quarta- feira (6), o secretário de Estado da Articulação
Nacional, Acélio Casagrande, comentou a primeira lista divulgada pelo
ministério, que tem 155 iniciativas pré-selecionadas de 113 cidades catarinenses.
Emoção
Não é muito usual ver lágrimas nos olhos do presidente da Federação
das Indústrias (Fiesc), Glauco José Côrte, durante eventos públicos.
Mas nesta quinta-feira (7), ele embargou a voz ao receber da Marinha
uma medalha de reconhecimento ao seu trabalho à frente da Federação.
A distinção reconhece personalidades civis e militares, sem
vínculo funcional com a Marinha. Côrte atribuiu a homenagem à contribuição
da indústria ao desenvolvimento de Santa Catarina. Filipe Scotti
 
Sem ICMS, mais energia
Secretário de Estado da Casa Civil, Nelson Serpa, recebeu em seu
gabinete uma comitiva liderada pelo deputado Dirceu Dresch
(PT) com representações do segmento de autogeração de energia
elétrica a partir de fontes renováveis. Foram reivindicar isenção
da cobrança de ICMS da categoria, a exemplo do que já ocorre em todos os estados,
à exceção de Santa Catarina, Espírito Santo, Paraná e Amazonas. Serpa foi receptivo e declarou apoio
à iniciativa. Dresch é autor de proposta nesse sentido e que tramita na Assembleia
Legislativa. Entre os participantes, representantes da Fiesc, do Instituto
Ideal, da Engie Solar, da consultoria Energiciti e das associações Brasileira de
Energia Solar (Absolar) e dos Produtores de Energia (Apesc).
Orgulho
Em outro vídeo colocado no ar ontem, Colombo comemorou a divulga-
ção, pelo IBGE, de que Santa Catarina é o estado com a menor desigualdade de renda
entre as famílias. “Mais um dado que nos orgulha.”
Mutirão
Técnicos de todas as bancadas da Assembleia estão trabalhando
intensamente nos últimos dias e têm até as 23h59min de hoje para definirem onde
cabem as emendas dos parlamentares propostas para o Orçamento Impositivo, que
destaca R$ 230 milhões do orçamento estadual do próximo ano para livre indica-
ção dos deputados estaduais. É que antes de mexer na peça orçamentária, também
precisam adequar as propostas com diretrizes do Plano Plurianual (PPA) 2016-2019.
Pressa
Tudo precisa ficar pronto até o horário limite, porque tanto o PPA quanto
a Lei Orçamentária de 2018 (LOA) estão programadas para fechar às 24 horas.
Portanto, quem conseguir dar conta de suas propostas, consegue alocar R$ 5,7
milhões para atendimento das bases, por meio de projetos, a maioria para municí-
pios, ou para atendimentos a hospitais, já que metade da verba deve ser destinada
à saúde.
Busca de apoio
Começou com toda força a articulação da Defensoria Pública deSanta Catarina na
Assembleia Legislativa em busca de fortalecimento. o defensorpúblico geral,
Ralf Zimmer Jr, teve reuniõescom vários deputadas de diferentes
siglas. Pretende ampliar o serviço que em2017 garantiu acesso à Justiça a 500 mil
pessoas de baixa renda