Por: SC Portais

Mais uma vez a inadmissibilidade da Medida Provisória 220, que propunha a redução de 17% para 12% da alíquota de ICMS, tomou conta dos debates na sessão de ontem da Assembleia Legislativa. Contundente em sua fala, o deputado Maurício Eskudlark (PR) afirmou que os 24 parlamentares que votaram contra a medida não consideraram os interesses da economia catarinense, mas, sim, de poucos grupos empresariais.
Ele elogiou o trabalho realizado pelo governo e pela Federação das Indústrias (Fiesc) no esclarecimento da questão, esforço derrotado “por pressão de grandes empresas, que já gozam de benefícios fiscais por meio de créditos tributários e que perderiam lucratividade com a medida”.
Ainda mais enfático, o deputado Mário Marcondes (MDB) disse que os mesmos parlamentares que alegaram restrições legais e regimentais para negar a admissibilidade, não vinham impondo obstáculos à tramitação de MPs sobre matéria tributária, comportamento que mudou com a efetivação de Eduardo Pinho Moreira (MDB) como governador. A dúvida é se a forma como o MDB tem tratado o assunto, dando ênfase ao que chama de uso político, pode ser parte de uma estratégia, uma exposição dos deputados que agora se colocam na oposição.
Nos corredores do Legislativo, um deputado que prefeiriu manter o anonimato reagiu com ironia às falas dos colegas. “O PMDB foi derrotado por todos os outros partidos da Assembleia Legislativa, mas segue alegando que seria uma derrota ‘política’, causada apenas pelo PSD, ignorando apelos do comércio e da indústria têxtil contra a medida que aumentava impostos.” E arrematou: “É cego quem não quer ver”.
 
Promoção virtual

A carioca Marcela Lahaud está em Santa Catarina, a convite da Santur, fazendo gravações para seu canal no YouTube “Embarque Imediato”, onde compartilha dicas e curiosidades sobre viagens. O roteiro privilegiou duas regiões turísticas de Santa Catarina: a Serra e o Caminho dos Canyons. A viagem foi realizada pela Santur e pela Mostra Viajar, com apoio de diversos parceiros do trade turístico de Urubici, Bom Jardim da Serra, São Joaquim e Praia Grande. Na próxima semana será a vez do youtuber Leonardo Bacci, de São Paulo, conhecer os atrativos da Grande Florianópolis. Na última semana de maio, a Costa Esmeralda será apresentada a outro youtuber paulista, Igor Saringer. A estratégia da Santur é encantar formadores de opinião com grande audiência, principalmente entre os jovens. Além disso, a empresa identificou que as redes sociais ganharam importância como ferramentas de busca para decisão de roteiros de viagem. | Foto: Central

O Brasil foi considerado por 2.500 altos executivos de todo o
mundo o segundo principal destino de investimentos externos dos principais setores industriais. A pesquisa é feita de dois em dois anos e na última o Brasil estava em oitavo lugar.
Presidente Michel Temer
Reta final  Penúltima semana de Sabatinas Regionais do deputado Gelson Merisio (PSD). Realiza as últimas três. Hoje (sexta-feira), a décima nona em Campos Novos e, semana que vem, as duas últimas em São Lourenço do Oeste e, o fechamento, em Chapecó. Aí Merisio terá ido a todas 21 associações de municípios, defendendo o modelo de extinção das regionais.
 
Base Curricular O Conselho Nacional de Educação (CNE) começa hoje, em Florianópolis, o ciclo de audiências públicas nas cinco regiões do Brasil para debater a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) – Etapa do Ensino Médio. O documento será o marco para orientar os currículos do ensino médio nas redes públicas e particulares. Os mais diversos segmentos da sociedade terão a chance de oferecer contribuições para enriquecer a BNCC, entregue ao CNE pelo Ministério da Educação no início de abril. O encontro será na Assembleia Legislativa. As próximas audiências serão em São Paulo (08/06), Fortaleza (05/07), Belém (10/08) e Brasília (29/08).
 
Expansão O diretor regional da operadora de telefonia celular Claro, Marcelo Repetto, esteve ontem em um evento na Grande Florianópolis e anunciou investimentos vultosos para Santa Catarina em 2018 e em 2019. Só neste ano, a inversão de recursos é equivalente ao total de 2015. 2016 e 2017. Ampliação e modernização da rede, novo conceito de atendimento e mais qualidade em serviços e produtos são parte da estratégia da operadora para chegar à liderança no estado, e no país, nos próximos anos. Um dos diferenciais é a preparação para a tecnologia 5G, que vai suportar a chamada internet das coisas.