Por: SC Portais

O primeiro final de semana de setembro foi de mortes nas estradas catarinenses. Entre a sexta-feira (31 de agosto) e a tarde deste domingo (02), o Comando de Policiamento Militar Rodoviário (CPMR) registrou 81 acidentes, somente nas rodovias estaduais, as SCs. Mais de 120 veículos envolvidos, 41 vítimas com ferimentos leves, nove com lesões graves e quatro mortos no local do acidente, fora os que podem ter ido a óbito nos hospitais ou a caminho deles.
Apesar de todas as campanhas de conscientização, as quase 1.200 fiscalizações feitas em veículos e condutores nas 87 barreiras policiais montadas nesse período levaram a quatro prisões por embriaguez ao volante. Na conta de Twitter da Polícia Rodoviária Federal (PRF-SC), além dos alertas por conta da chuva, que aumenta o risco de acidentes, também foram várias as informações sobre colisões.
Do começo do ano até a tarde de ontem, o CPMR registrou quase 5 mil acidentes. Foram 2.850 feridos, entre os quais 746 com lesões graves. E 167 óbitos. Assim, de acidente em acidente, de imprudência em imprudência, Santa Catarina vai mantendo as primeiras posições do trágico ranking nacional de mortes nas estradas. | Foto: EBC
Novo vice
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC) deve anunciar no início desta semana a decisão sobre a carta de renúncia à candidatura como vice-governador da coligação SC em 1º lugar. Dr. Danny Cesar, do Patriota, encaminhou o documento na sexta-feira (31 de agosto). Não teve como levar à frente os compromissos de campanha, uma vez que precisa se submeter a tratamento de saúde. No final da tarde de sábado (1º), o titular da chapa, Jessé Pereira, candidato a governador do Estado (Patriota, SC em primeiro lugar), teve uma reunião com o novo vice. Enquanto Dr. Danny representava a região de Balneário Camboriú, o substituto, Dr. Márcio Lanna, vem de Imbituba e representa o Sul catarinense. Nascido em Minas Gerais, mora há 10 anos no município. É anestesiologista e nutrólogo. | Foto: Josué Pereira
——————–
Nos três primeiros dias de cada semana, a Coluna Pelo Estado vai publicar breves entrevistas com os candidatos ao governo do Estado, seguindo ordem alfabética. Entre os temas apresentados, o candidato pelo Partido da Causa Operária (PCO), Ângelo Castro, escolheu falar sobre “Pluripartidarismo e democracia”.
ENTREVISTA Ângelo Castro – Candidato ao governo do Estado – PCO
[PeloEstado] – Em seu entendimento, o pluripartidarismo como temos no Brasil garante um Estado democrático?
Ângelo Castro –
Nós, do PCO, defendemos que o pluripartidarismo é benéfico para a democracia. Entendemos que o discurso que combate o que chamam de excesso de partidos nada mais é do que uma tentativa de controle pelas legendas maiores e de direita. Queremos ainda mais partidos, mas com origem e base nas causas dos trabalhadores.

[PE] – Mas não existe um excesso de partidos, alguns que viram sigla de aluguel?
AC –
Há excesso de partidos de direita! Todos representando só um lado da sociedade. Isso, sim, gera desequilíbrio que, aliás, a gente vê refletido hoje em todos os cantos do Brasil. Eles se juntam, definem, executam e dão golpes contra a sociedade lá de dentro do Congresso. Nós defendemos mais partidos e que de fato lutem pelo povo. Defendemos um Estado Operário.

[PE] – O que exigiria uma nova Constituição.
AC –
Isso, mas voltada para o povo trabalhador e não para o Capitalismo. Vivemos uma crise do Capitalismo em todo mundo. É o caminho para o fim desse sistema. O fim de direitos trabalhistas, a precarização e a exploração do trabalhador, o desemprego em taxas altíssimas, o custo da energia, que impacta todos os preços. Esse cenário indica que haverá uma mobilização popular para reverter toda essa situação.

Realização                                                     Participação
      
A Coluna Pelo Estado, como ferramenta de integração editorial dos diários associados e parceiros da Associação de Diários do Interior (ADI-SC), é parte do projeto Cobertura Eleições SC 2018 – Jornais Impressos e Digitais, realizado em parceria com a Associação dos Jornais do Interior (Adjori-SC) e com a participação do SCPortais de Notícias (scportais.com.br) e da Rede Catarinense de Notícias (rcnonline.com.br).