Por: SC Portais

 

ADI-SC, Adjori-SC e Acaert assinam termo de cooperação com governo para divulgar campanha de segurança no trânsito

 
Santa Catarina está sempre no topo do ranking nacional de acidentes de trânsito. Só no último final de semana foram oito mortos nas rodovias que cortam o estado. O problema não é só do governo ou das polícias rodoviárias, mas do conjunto da sociedade, que sofre com as perdas. Por isso, o governador Eduardo Pinho Moreira recebeu em seu gabinete, ontem, os representantes da Associação de Diários do Interior (ADI-SC), Ámer Felix Ribeiro, da Associação de Jornais do Interior (Adjori-SC), Miguel Gobbi, e Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acaert), Marcello Petrelli. O grupo assinou o Termo de Cooperação para produção editorial que contribua com a campanha institucional Mais Segurança no Trânsito, lançada no mês de junho. Ribeiro explicou que os veículos associados e parceiros da ADI-SC, impressos e digitais, serão estimulados a produzir matérias sobre o tema, analisando local e regionalmente qual a situação e que ações podem ser desenvolvidas para reduzir o problema. “O jornal do interior tem compromisso com a sua comunidade. A situação é tão grave que é preciso chocar pelos números! Temos que fazer as pessoas entenderem que são responsáveis pelo trânsito seja enquanto pedestres, motoristas, ciclistas ou motociclistas”, defendeu. Os óbitos são apenas a face mais chocante e imediata do problema. Mas as repercussões são muito mais profundas e prolongadas. Internações, cirurgias e fisioterapias geram gastos altíssimos ao Sistema Único de Saúde (SUS), além da ocupação de leitos e profissionais que poderiam ser dedicados a cirurgias eletivas ou ao controle de doenças crônicas. O secretário de Comunicação do Estado, Gonzalo Pereira, um dos incentivadores da parceria com os veículos de comunicação, contou que a estratégia é manter no noticiário todas as informações sobre o assunto segurança de trânsito e preservação de vidas.
Presidente do TRE-SC recebe plano de cobertura das eleições da ADI-SC e da Adjori-SC com parceria do Grupo RIC
 
Na tarde desta segunda-feira (27), durante a reunião do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC), o presidente do poder, desembargador Ricardo Roesler, apresentou a seus pares o projeto Cobertura Eleições Santa Catarina 2018 – Jornais Impressos e Digitais. A proposta foi elaborada e será realizada pela Associação de Diários do Interior (ADI-SC) e a Associação de Jornais do Interior (Adjori-SC), com participação do SCPortais (ligado à ADI-SC) e da Rede Catarinense de Notícias (RCN, ligada à Adjori-SC), envolvendo quase 120 veículos. Roesler destacou a grande capilaridade que será alcançada pela união inédita das duas entidades, seus representados e veículos independentes que aderiram à iniciativa. A entrega foi feita pelos presidentes da ADI-SC, Ámer Feliz Ribeiro, e da Adjori, Miguel Gobbi, que ouviram do presidente do TRE catarinense a excelente impressão que teve dos veículos do interior em suas agendas pelo estado. O presidente do Grupo RIC, Marcello Petrelli, também participou do ato de entrega. É que o Grupo RIC contratou o instituto de pesquisa Real Time Big Data e vai compartilhar as informações com os veículos participantes a fim de ampliar a cobertura editorial e incentivar a participação dos eleitores. Em rápida apresentação, foi mostrado ao desembargador o roteiro a ser seguido, com entrevistas, artigos, matérias, notas e pesquisa, com candidatos ao governo e seus vices, e candidatos ao Senado. O objetivo, além de envolver os catarinenses e incentivar a participação no dia do pleito, é garantir material de qualidade, feito a partir de fontes seguras, único modo de combater as chamadas fake news (notícias falsas).