Por: SC Portais

Santa Catarina tem a maior taxa de adesão ao cooperativismo do Brasil: mais da metade da população está vinculada a essas organizações humanas. Os 2,2 milhões de associados, consideradas as famílias, representam mais de 4,5 milhões de catarinenses. Essa realidade está sendo festejada na comemoração do Dia Internacional do Cooperativismo, celebrado sempre no primeiro sábado do mês de julho. A Organização das Cooperativas (Ocesc) informa que o cooperativismo catarinense cresceu 36,54% no quadriênio 2014-2017, mantendo uma média de 9,1% ao ano no período em que a economia brasileira sofreu forte recessão. As 263 cooperativas catarinenses faturaram R$ 32,6 bilhões só no último ano.

O presidente da Ocesc, Luiz Vicente Suzin, realça que o crescimento do quadro social no segmento de jovens e mulheres foi elevado. O número de jovens até 25 anos que se associaram às cooperativas teve incremento de 10% no ano passado, chegando a 348.783 moças e moços. Hoje, 15,6% do total geral de associados pertencem a essa faixa etária jovem. Também cresceu em 13,6% a participação da mulher. Atualmente, 40% dos associados são do sexo feminino, índice que representa 909,5 mil pessoas. O quadro geral do desempenho das cooperativas revela que, em 2017, o número total de empregados diretos aumentou 5%, passando a 60.532 colaboradores.

Em 2017, as cooperativas catarinenses recolheram R$ 2 bilhões 555 milhões de reais em tributos. Foram investidos R$ 29 milhões de reais para ações de formação profissional, promoção social e outras atividades. O movimento econômico mais expressivo é gerado pelas cooperativas de seis ramos. As 51 cooperativas agropecuárias representam 63% do movimento econômico de todo o sistema cooperativista catarinense. No conjunto, essas cooperativas mantêm um quadro social de 71.648 cooperados e um quadro funcional de 39.883 empregados. O faturamento anual do ramo agropecuário totalizou R$ 20 bilhões. Os demais ramos em importância são: crédito (61 cooperativas, 1,5 milhão de cooperados); saúde (30 cooperativas e 11.909 associados); transporte (45 cooperativas, 7.592 cooperados); infraestrutura (34 cooperativas, 327.817 associados) e consumo (12 cooperativas, 306.364 associados).

Reforço 1 Municípios catarinenses tem recebido novos carros para reforçar sua frota de veículos. Nos últimos dois dias, o deputado federal Jorginho Mello (PR) entregou sete carros aos conselheiros tutelares de Nova Trento, Presidente Nereu, Faxinal dos Guedes, Jupiá, Frei Rogério, Coronel Freitas e Ipumirim. O parlamentar é presidente da Frente em Defesa dos Conselhos Tutelares do Congresso Nacional e já entregou 141 kits compostos por um veículo 0 Km, cinco computadores, impressora, geladeira e bebedouro.

Visita A Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Assembleia Legislativa realiza nesta segunda-feira (9), visita técnica à Obra do Contorno Viário da Grande Florianópolis. O objetivo é observar o ritmo das obras, que agora tem nova data para ser concluída: dezembro de 2021.

Reforço 2 Secretarias de Assistência Social serão beneficiadas. O deputado Cleiton Salvaro entrega segunda-feira (9) 32 Ka Sedan Okm para: Sul Brasil, Araranguá, Criciúma, Bocaina do Sul, Balneário Gaivota, Balneário Arroio do Silva, Maracajá, Capivari de Baixo, Forquilhinha, Laguna, Lauro Muller, Armazém, Morro da Fumaça, Orleans, Siderópolis, Sombrio, Urussanga, Balneário Rincão, Braço do Norte, Caçador, Calmon, Guarujá do Sul, Içara, Imbituba, Pinhalzinho, Planalto Alegre, Saltinho, Salto Veloso, São Joaquim, São Martinho, Três Barras e Tubarão.

Aumento O valor das tarifas do transporte intermunicipal de passageiros vai subir em média 4,99% em SC. O aumento foi autorizado na quinta-feira (5) pelo Conselho de Administração do Deter (Departamento de Transportes e Terminais) e passa a valer a partir da meia-noite de domingo (8).

Foto: Divulgação Ocesc