Por: SC Portais

Depois de um período de turbulências na economia brasileira, que acabou puxando o setor da construção civil para baixo, os empresários esperam acelerar o ritmo em 2020. O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil da Grande Florianópolis, Helio Cesar Bairros afirmou que este ano é de menor incerteza política e já tem a seu favor a Selic, taxa básica de juros do Banco Central, em seu menor nível da história. “A queda da taxa abre espaço para novos cortes das taxas de financiamento, tornando os imóveis um investimento ainda mais atrativo.” Segundo Bairros, o PIB da construção civil deverá ser de 3%, superior ao esperado para o Brasil, de 2%, interrompendo uma série de cinco anos de queda. O analista de mercado Henrique Reichert, da Caravela Soluções, de Florianópolis, disse que a partir de dados do CREA/SC, a retomada de crescimento já começou. Florianópolis registrou a maior área construída em 2019, com 1,8 milhão m², seguida de Itapema, com 1,7 milhão de m². Joinville e Balneário Camboriú aparecem quase empatadas na sequência, com cerca de 1,5 milhão m² cada. O ritmo acelerado da construção civil em Chapecó resultou em 919 mil m² de área construída no município ― uma significativa expansão de 40,1% frente a 2018 – e em Itajaí foram mais de 850 mil m² construídos. “No ano passado, a atividade registrou o maior saldo de empregos dos últimos oito anos. Foram cerca de 6,6 mil postos de trabalho criados, alta de 7,7% em relação a 2018”, frisou Reichert.

  

Pressão da Fecam

O presidente em exercício da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), prefeito de Major Vieira, Orildo Antônio Severgnini, acompanhado de prefeitos de todo o Estado, encaminhou as primeiras pautas do ano do municipalismo em Brasília, na última semana. A comitiva esteve com senadores e deputados federais catarinenses pedindo apoio para fortalecer a pauta junto ao Governo Federal. Eles aguardam a liberação de R$ 346 milhões atrasados para obras de infraestrutura e saneamento, oriundos do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) que ainda não foram liberados. Severgnini solicitou uma audiência em regime de urgência com o ministro da Economia, Paulo Guedes, reunião que deverá contar com a participação de representantes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). “É importante que todos os prefeitos intensifiquem essa ação junto aos parlamentares catarinenses e autoridades econômicas para garantir que esses recursos sejam viabilizados”, afirma.

 

“Acho que o maior presente é a oportunidade de usar nossa voz pelos que não têm (…) estamos falando sobre lutar contra a ideia de que uma nação, uma raça, um gênero ou uma espécie tem o direito de dominar, controlar, usar e explorar outros impunemente.”

Joaquim Phoenix, ganhador do Oscar 2020 na categoria Melhor Ator no filme Coringa

 

 

Descartado A Secretaria da Saúde informou nSesa segunda-feira (10) que o resultado de exame laboratorial realizado em paciente morador de Rio do Sul, descartou a possibilidade de contaminação com o novo coronavírus. São quatro os casos suspeitos no estado que foram descartados após exames laboratoriais. Segundo a Plataforma IVIS, do Ministério da Saúde, Santa Catarina não conta com nenhum caso suspeito no momento. Em todo o país são sete suspeitos e 32 descartados.

Crédito para enfrentamento A Medida Provisória (MP 921), que abre crédito extraordinário em favor do Ministério da Defesa, no valor de R$ 11.28 milhões foi publicada nesta segunda-feira (10) no Diário Oficial da União. O dinheiro é para ser aplicado no enfrentamento da “Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional Decorrente do Coronavírus”. Agora, ela será examinada por uma comissão mista de deputados e senadores e depois seguirá para votação nos plenários da Câmara e do Senado, segundo informações da Agência Senado.

Robótica nas escolas – Robôs projetados e construídos por alunos do Sesi/Senai-SC conquistaram vaga na etapa nacional do torneio de robótica da First Lego League (FLL). Os classificados foram conhecidos no sábado (8), no encerramento da fase regional da competição, realizada em Jaraguá do Sul, que reuniu 200 estudantes de todas as regiões do estado. A Agrorobots, de Concórdia, conquistou o primeiro lugar, seguida da equipe Os Aliemons (Timbó) e da Carvoeiros Robots (Criciúma). As equipes Techmaker (Blumenau), Tecnorob Evolution (Brusque) e Little Builders (Rio do Sul) também garantiram vaga na etapa nacional. A disputa nacional será realizada em São Paulo, entre 6 e 8 de março.

Material escolar A Secretaria da Educação (SED) entregará 405 mil kits em todas as coordenadorias regionais do estado. No ensino fundamental todas as crianças matriculadas receberão os materiais para uso na escola. Para o ensino médio e EJA, a entrega será priorizada para aqueles que necessitarem. Para receber os kits, a SED aderiu à Ata de Registro de Preço do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). No total, foram investidos R$ 19,09 milhões.

Juliana Wilke