Por: SC Portais

Como se essas eleições já não estivessem tumultuadas e tensas o bastante, ainda tem quem faça questão de contribuir para piorar o clima. A máquina de produção de notícias falsas não para. A produção só não é maior que a rapidez com que se distribuem informações mentirosas como sendo verdadeiras. De computador em computador, de smartphone em smartphone, rapidamente a criatividade de alguém mal intencionado ganha ares e notícia.

A mais recente fake news relaciona o erro de algumas operadoras de telefonia celular, que ajustaram os aparelhos para o horário de verão – erro logo corrigido -, com o dia das eleições. E afirma que os eleitores devem correr às urnas até as 16 horas, pois os votos dados após este horário não serão computados. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC), DESMENTE. E informa que a urna eletrônica funcionará regularmente, uma vez que seu horário interno não se ajusta ao horário de verão e nem se encerra automaticamente.

Terão direito ao voto todos os eleitores que chegarem à seção até as 17 horas. O horário de verão não altera nenhum dos procedimentos, mas o eleitor, especialmente os que vão votar em trânsito, deve atentar para a mudança de horário na região em que se encontrar. Você pode não saber, mas hoje, mesmo antes do horário de verão, o Brasil tem quatro diferentes fusos horários. Quando é 0 hora em Rio Branco (AC), é 1 hora em Manaus (AM), 2 horas em Brasília e no restante do país, e 3 horas na Ilha Fernando de Noronha (PE). Além disso, o horário de verão iniciará após a realização do 2º turno, no dia 4 de novembro.

 

Tema: Santa Catarina e o Pacto Federativo

 

Luis Debiasi

Gelson Merisio: “Uma nova distribuição dos recursos públicos”

“Santa Catarina é o sexto Estado que mais envia dinheiro dos impostos para o Governo Federal e é o 22º na hora de receber os recursos de volta. O atual modelo do Pacto Federativo não reconhece a importância do nosso Estado. A União concentra hoje 70% da arrecadação, enquanto Estados ficam com 25% e Municípios com 5%. Precisamos unir forças com nossa bancada de deputados federais e com nossos senadores para defender a necessidade urgente de rever a distribuição. Juntos, podemos construir as bases para uma nova distribuição dos recursos públicos, mas nossas soluções não podem depender exclusivamente disso. Temos que fazer antes o que está ao nosso alcance: reduzir o tamanho do Estado e aumentar a eficiência do gasto público.”

Imagem enviada pela Assessoria de Imprensa do candidato

Comte. Moisés: “Menos Brasília, mais Santa Catarina”

“É compromisso nosso e, sobretudo, do futuro presidente, Jair Messias Bolsonaro, a revisão do Pacto Federativo. Na prática, vamos mudar o modelo de distribuição dos impostos federais gerados pelos Estados da Federação. No último ano, os catarinenses, através de seu trabalho, mandaram R$ 46 bilhões a Brasília. Mas apenas R$ 8,5 bilhões retornaram ao Estado. É uma realidade absurda, injusta e cruel e que precisa mudar urgentemente. Vamos lutar incansavelmente para que haja um mínimo de Justiça tributária. Precisamos de Menos Brasília e Mais Santa Catarina. Necessitamos de mais nos municípios e menos em Brasília. Acredito que a mudança somente acontece quando pessoas de bem se envolvem, se engajam e se juntam em favor das famílias. Junto com nosso capitão, vamos lutar por um novo Brasil e uma Santa Catarina diferentes.”

 

Como parte do projeto Cobertura Eleições SC 2018 – Jornais Impressos e Digitais, a Coluna Pelo Estado está trazendo pequenos artigos dos candidatos que disputam o segundo turno ao governo do Estado – Comandante Moisés (PSL) e Gelson Merisio (PSD). Já foram tratados os temas Diferenças Regionais, Segurança Pública, Educação, Infraestrutura, Tecnologia e Inovação, Proteção à Mulher, Saúde e Renúncia Fiscal. O projeto especial de cobertura das eleições é uma iniciativa da Associação de Diários do Interior (ADI-SC) e da Associação dos Jornais do Interior (Adjori-SC), além de veículos independentes, somando quase um centena de jornais impressos e digitais. Os conteúdos anteriores estão em scportais.com.br e em adisc.com.br