Por: SC Portais

A despedida de Moacir Sopelsa (MDB) do cargo de secretário de Estado da Agricultura e Pesca, ontem, foi marcada pelo lançamento do Sistema Integrado de Informações Agrícolas, que vai integrar, por exemplo, informações sobre safra, programas e políticas públicas para o setor, entre outras possibilidades. Sopelsa explicou que o aplicativo permitirá que a sociedade conheça melhor as ações do governo na área agrícola e dê respostas. “A tecnologia chegou a todos os setores e muito fortemente ao agronegócio. O governo precisa acompanhar esse desenvolvimento”, justificou. Dados da própria secretaria, da Epagri e da Cidasc estão reunidos agora em uma mesma plataforma, acessível ao produtor rural, independentemente do porte da propriedade. Ali ele vai poder acessar cotação de produtos agrícolas, produtividade por região, ações para controle de doenças, programas de apoio. “Atualmente, essas informações estão espalhadas em diferentes espaços. Esse projeto, desenvolvido junto com o CEPA (Centro de Socieconomia e Planejamento Agrícola da Epagri) e o Ciasc (Centro de Informática e Automação do Estado), vai permitir que o próprio governo se conheça melhor e tenha melhores condições de avaliar os resultados do que é feito.” O lançamento do aplicativo foi feito ontem e agora o sistema será alimentado. Sopelsa calcula que em três meses estará consolidado e em plena operação. “Não tenho dúvidas de que pelo menos um terço da economia de Santa Catarina vem do agronegócio. Já temos um excelente índice de aplicação de novas tecnologias. O nosso produtor rural está entre os mais capacitados do país para o uso de avanços tecnológicos.”

De mudança

O governador Raimundo Colombo vem mantendo a discrição prometida. Evita aparecer, principalmente em atos políticos, e se prepara a renúncia, que acontece no início do próximo mês. Ao mesmo tempo, começou a fazer a mudança da Casa D’Agronômica, residência oficial do governador do Estado. Todos os seus livros já foram levados para Lages. Ainda restam na casa outras homenagens que Colombo recebeu ao longo dos mais de sete anos de mandato. Apesar de aparentemente distante, ele está atento às principais notícias e comemorou os resultados da Operação Veraneio, planejada ainda sob seu comando. Na comparação com a temporada 2016/17, houve redução de 29,3% no número de roubos e de 25,5% no de furtos, além da queda de oito para duas vítimas de latrocínio. Por outro lado, aumentou em 223,9% o volume de drogas apreendidas no período.

Posse

Hoje já toma posso no lugar de Sopelsa o seu adjunto, Airton Spies. O segundo no organograma da Secretaria de Agricultura e Pesca de Santa Catarina será Athos de Almeida Lopes Filho, que estava no comando da Diretoria de Cooperativismo e Agronegócio. Sopelsa volta para a Assembleia Legislativa e disputa a reeleição.

Altas horas

Passavam 12 minutos das 20 horas da última terça-feira (13) quando o senador Paulo Bauer (PSDB-SC) e o prefeito do Corupá, João Carlos Gottardi (PP), saíram do ministério da Saúde, em Brasília. O parlamentar foi levar ao ministro Ricardo Barros o pedido de verbas para construção de postos de saúde em Corupá e Araquari. Valeu a espera, pois Barros assumiu o compromisso de incluir os projetos – R$ 1.020.000 cada um – no orçamento da pasta neste ano.

Aliás, Bauer mantém o ritmo acelerado de trabalho, sem se deixar abater pelo pedido de investigação da Procuradoria Geral da República por suposta prática de caixa 2 nas eleições de 2014. Ainda na terça-feira ele almoçou na Liderança do PSDB no Senado com a bancada e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. A investigação sequer entrou em pauta. Trataram de conjuntura política e econômica nacional, já que Alckmin é, em definitivo, o único nome do partido para a disputa da presidência. É o que Bauer quer que aconteça em Santa Catarina. Que o seu seja o único nome para concorrer ao governo.

Sirha Cerca de 250 expositores e marcas, do Brasil e de outros países, participam, em São Paulo, do Sirha, evento para profissionais de gastronomia e hotelaria.  Santa Catarina está presente com Vinícola Abreu Garcia, Villaggio Bassetti, Bottarga Gold e Lagosteria Rita Maria, além das associações dos Bananicultores de Corupá (Asbanco) e de Produtores de Cachaça e Aguardente de Qualidade (Acapacq), e da Epagri. Os produtores têm a oportunidade de apresentar seus produtos para compradores e chefs de várias partes do mundo no espaço Terroir Sebrae.

Além fronteiras

Associação Catarinense de Tecnologia (Acate) vai inaugurar um escritório em Boston (EUA) na próxima quarta-feira (21). A ideia é tornar globais as soluções tecnológicas desenvolvidas em Santa Catarina e ampliar as possibilidades de parceiras e investimentos internacionais.