Por: Coluna Pelo Estado

No dia 1º de julho, o Governo do Estado divulgou um novo calendário de vacinação com a previsão de que toda a população catarinense vacinável – acima dos 18 anos – recebesse pelo menos a primeira dose de imunizantes  até o dia 31 de agosto. A contar deste sábado, 21, serão 11 dias para bater a meta de aplicar doses em mais de 5 milhões de pessoas. Conforme os números do Vacinômetro, a página onde estão todos os dados sobre a estratégia de imunização no estado, até a tarde desta sexta-feira, 20, haviam tomado ao menos uma dose 4.377.321 pessoas, o número corresponde a 60,36% da população catarinense. Com as duas doses, são 1.922.464, ou 26,51% do total. Ainda pelos dados do site, 6.299.785 de doses foram usadas em Santa Catarina desde o início da campanha.

“Estamos trabalhando para que esse número aumente cada vez mais. A população também precisa fazer a parte dela, nesse grande pacto coletivo pela vida. Avançamos muito em pessoas vacinadas com as duas doses, e precisamos avançar mais. É fundamental o retorno para a segunda dose”, ressaltou o governador Carlos Moisés. “É importante lembrar a população catarinense que a grande maioria das vacinas aplicadas no estado necessitam de duas doses para que a imunização ocorra. Nós necessitamos da colaboração de todos. Desde os municípios que fazem os registros das doses aplicadas até aquela pessoa que já está apta a receber a sua dose. Nós sairemos dessa pandemia juntos. Não será um de cada vez”, lembrou o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Nesta sexta, a secretaria de Saúde iniciou a distribuição de mais das doses, sendo 110.300  da Coronavac e 80.730 doses da vacina Pfizer. A distribuição começou no início da tarde para as 17 centrais regionais .

A ordem é vacinar e bater a meta.

 

Atletas catarinenses que participaram da Olimpíada foram recebidos pelo governador | Foto Divulgação/Secom

Bolsa-Atleta

Atletas catarinenses que participaram das Olimpíadas de Tóquio foram recepcionados pelo governador Carlos Moisés, na manhã desta sexta-feira, 20, na Casa D’Agrônomica, em Florianópolis. Durante o encontro, o chefe do Executivo estadual determinou a criação de um grupo de trabalho envolvendo a Casa Civil, Fesporte e secretarias de Estado da Fazenda e da Educação para elaborar e definir critérios para o Programa Bolsa-Atleta de Santa Catarina. A proposta será encaminhada para aprovação da Assembleia Legislativa ainda neste ano.

Doe Sangue

O Hemosc lançou a campanha “SuperAção Resgate de Doadores” para resgatar os doadores de sangue. A ação é voltada para as tipagens A e O, positivas e negativas, de maior consumo. As doações estão sendo agendadas para evitar aglomerações e seguem todos os protocolos sanitários. O agendamento prévio pode ser feito pelo site do Hemosc pelos telefones:  Blumenau – (47) 3222-9801; Criciúma – (48) 3444-7410; Chapecó – (49) 3700-6401/ 6410; Florianópolis – (48) 3251-9711/9712/9713; Jaraguá do Sul – (47) 3055-0454; Joaçaba – (49) 3527-2218; Joinville – (47) 3481-7424/7414; Lages – (49) 3289-7011 e Tubarão – (48) 3444-7410/7414.

Schneider

O deputado Jerry Comper (MDB) lembrou esta semana na Alesc que no dia 19 de agosto completou  três anos o falecimento do deputado Aldo Schneider (MDB). Jerry registrou sua gratidão pela convivência e pelo legado deixado pelo amigo. “Ele deixou bons ensinamentos, foi um grande amigo, um grande líder, meu segundo pai.” O deputado Silvio Dreveck (PP) reforçou: “Foi uma grande figura pública, um homem correto, leal, como poucas pessoas que encontrei na vida. Um grande exemplo.”

Pobreza

O aumento da pobreza e da fome em Santa Catarina e no Brasil foi o assunto levado à tribuna da Alesc esta semana pelo deputado Fabiano da Luz (PT). Há 355 mil pessoas vivendo em situação de extrema pobreza no estado – 17,8% a mais do que havia em março do ano passado, no início da pandemia, conforme dados do Cadastro Único do Ministério da Cidadania. “As cinco maiores cidades de Santa Catarina têm hoje 20% de todas as pessoas que vivem com menos de R$ 89 por mês”, informou o deputado Fabiano da Luz.

Ewaldo Willerding