Por: Coluna Pelo Estado

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nota de alerta diante da presença da variante Delta do coronavírus em Santa Catarina. O texto é assinado em conjunto pela Superintendência de Vigilância em Saúde, Coordenação Estadual de Segurança do Paciente, Laboratório Central de Saúde Pública, Vigilância Sanitária Estadual e Diretoria de Vigilância Epidemiológica. Florianópolis anunciou nesta quarta-feira, 18, o primeiro caso confirmado. Em Santa Catarina, há 36 casos da variante Delta em 20 municípios. Desse total, quatro são considerados casos autóctones (de transmissão dentro do estado), sete casos importados (transmissão fora do estado) e 25 estão em investigação sobre o local provável de infecção. “Acredita-se que com a conclusão das investigações e a continuidade das ações de Vigilância Genômica, realizada a partir de amostras biológicas com resultados detectáveis pela metodologia de RT-qPCR para o vírus SARS-CoV-2, em breve será decretada oficialmente a transmissão comunitária da VOC Delta em Santa Catarina”, consta o documento.

A nota traz uma série de medidas que devem ser adotadas pelas equipes de vigilância sanitária e epidemiológica, serviços de saúde e população em geral. Entre as principais medidas está a organização de estratégias de preparação e resposta frente a uma possível nova onda de casos e intensificação de vacinação. E para a população em geral, o alerta é para manter as medidas de prevenção como uso de máscaras, distanciamento social evitando aglomerações e ambiente com pouca ventilação e lavagem das mãos, além de buscar a vacinação assim que as doses estiverem disponíveis.

Para o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, o avanço da variante é natural, mas o importante é realizar o protocolo de isolamento do paciente e rastreamento dos contatos, além da conclusão da vacinação.

 

Mocellin (C) abre espaço para Frigo (E) e Floriano | Foto Divulgação

Licença

O deputado Coronel Mocellin pegará licença de dois meses, dando oportunidade para dois suplentes do PSL assumirem. O primeiro a tomar posse, nesta quinta-feira, 19,  é Tiago Frigo, 40 anos, engenheiro e advogado de Florianópolis. Em setembro será a vez do subtenente PM Rudinei Luís Floriano, de Joinville. Ambos são de direita e alinhados ao presidente Bolsonaro, assim como Mocellin. “Estou cumprindo a minha palavra de dar oportunidade caso me elegesse. Afinal, todos participaram do projeto”, destacou Mocellin, que retoma em outubro.

Descentralização da Saúde em SC

O deputado Valdir Cobalchini (MDB) aproveitou sua ida para Brasília para a audiência pública na Comissão de Infraestrutura  no Senado e esteve no Ministério da Saúde em audiência com o Ministro Marcelo Queiroga, onde buscou credenciar o Hospital Maicé de Caçador como especialidade cardíaca no atendimento pelo SUS. “O Hospital mais próximo credenciado para essa especialidade está em Xanxerê, 200 quilômetros de Caçador”, explica. “Além disso, acaba sobrecarregado, justamente por não contar com outros hospitais da região para desafogar o atendimento”, avança. “Credenciar o Maicé, certamente melhorará o atendimento. Aliás, credenciar Hospitais em especialidades em todas as regiões do estado é uma bandeira que dividia com Luiz Henrique da Silveira”, conclui.

Roteiro em SC

O deputado Kennedy Nunes, como presidente estadual do PTB, começa mais um roteiro por Santa Catarina e nos próximos dois dias estará na região carbonífera, a Amrec, ao lado dos coordenadores do partido na região;o chefe de gabinete do deputado Jessé Lopes, Lucas Schmitz; e o pai do deputado, Júlio Lopes. O destaque desse roteiro é o grande encontro na noite de quinta-feira “coalizão conservadora” com a apresentação das executivas da Amrec e novas adesões. O mesmo já foi feito no Alto Vale do Itajaí e na Amurel, na região de Laguna.

OAB/SC

O advogado Hélio Brasil lançou sua pré-candidatura à presidência da OAB/SC nesta segunda-feira, 16, em uma live no Instagram, junto com a pré-candidata à vice-presidência, Andreia Dota. Centenas de pessoas assistiram e interagiram com eles, além de contar com a participação de advogados de todo o Estado. Conforme Brasil, “foi um momento de confirmar o sentimento de mudança que ganha cada vez mais força entre a advocacia catarinense pedindo novos rumos para a gestão da OAB/SC”.

Ewaldo Willerding