Por: Coluna Pelo Estado

Assim como aconteceu na Reforma da Previdência, a aprovação da PEC do Magistério nesta quarta-feira, 11, mostrou a força do Governo do Estado na capacidade de mobilização e obtenção de votos, num cenário inimaginável há um ano, quando a ausência de diálogo quase abreviou a gestão de Carlos Moisés da Silva (sem partido), alvo de dois processos de impeachment. O momento é outro. A articulação levada à frente pelo líder do governo no parlamento, o deputado José Milton Scheffer (PP), em sintonia com o secretário da Casa Civil, Eron Giordani, tem alcançado vitórias que garantem a governabilidade necessária e resultados festejados. A questão da Previdência foi a primeira mostra; e a tramitação da PEC do Magistério, a comprovação. Em dois dias a proposta passou pelas comissões de Constituição e Justiça; Finanças e Tributação; e de Educação, Cultura e Desporto; e chegou ao plenário sem ameaças.

Aprovada, a PEC vai atender a 48.858 servidores, entre efetivos, temporários (ACTs) e aposentados. A primeira faixa será de R$ 3,5 mil para os professores com formação em nível médio, na modalidade Normal. A segunda será de R$ 4 mil para quem tiver graduação com licenciatura curta. A terceira, de R$ 5 mil, atingirá professores com graduação com licenciatura plena ou graduação em Pedagogia, incluindo os pós-graduados. Os valores, conforme o projeto, serão retroativos a 1º de fevereiro deste ano. O pagamento desses retroativos será feito de forma parcelada até o fim do ano.

Papel importante também teve os deputados Luciane Carminatti e Fabiano da Luz, ambos do PT, que pediriam vistas e travariam a tramitação. Apresentaram justificativas  apontando para a necessidade da apresentação da proposta da nova carreira para os profissionais da Educação. Dentro do âmbito republicano, receberam a garantia por parte de Zé Milton Scheffer de que em 30 a 40 dias a proposta será aportada na Alesc. Vitória de todos.

 

Ex-governador Pinho Moreira visitou presidente Lehmkul (C) ao lado de Polêse | Foto Divulgação/SCGÁS

 

Eduardo Pinho Moreira visita a SCGÁS

O presidente da SCGÁS, Willian Anderson Lehmkuhl, recebeu na manhã desta quarta-feira, 11, a visita do ex-governador e ex-presidente do Conselho de Administração da SCGÁS, Dr. Eduardo Pinho Moreira. Moreira veio se atualizar sobre as ações da distribuidora para ampliação da rede e buscar informações acerca do abastecimento do mercado industrial do Sul catarinense. Acompanhou também a visita o ex-presidente da SCGÁS, Cósme Polêse, um dos idealizadores da rede local de Lages que abastece o mercado com o gás natural em rede.

 

MDB encerra encontros

O MDB volta ao Oeste para encerrar os encontros regionais. O roteiro inicia nesta quinta-feira, 12, em Concórdia; Lindóia do Sul, Xanxerê e Chapecó, na sexta, 13; Formosa do Sul e São Lourenço do Oeste, no sábado, 14. O objetivo é ouvir  lideranças com intuito promover as prévias do partido para escolha da candidatura ao Governo do Estado em 2022. O diretório estadual já anunciou uma reunião no dia 23 de agosto, que irá definir a data oficial das prévias. Os encontros contarão com a participação dos três pré-candidatos ao executivo estadual, o presidente da sigla, deputado federal Celso Maldaner, o senador Dário Berger e o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, além da presença de deputados e lideranças regionais.

 

 

Vereadores

 

A União dos Vereadores de Santa Catarina (Uvesc) realiza seu Seminário Estadual na Alesc. Durante três dias, o evento terá oito palestras de formação técnica e de potencialização de mandatos. Com o tema “Um novo tempo para todos”, a entidade pretende promover o intercâmbio entre 225 representantes das câmaras municipais. Promovido em parceria com a Alesc, o seminário acontece no Auditório Antonieta de Barros, com 50% de sua capacidade por conta da pandemia.

 

Anita Garibaldi

O “Colóquio Internacional dos 200 anos de Anita Garibaldi: história, identidade e literatura”, foi aberto oficialmente na manhã desta quarta-feira, 11, com a presença do governador Carlos Moisés. Organizado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), o evento, no Museu Histórico de Santa Catarina, em Florianópolis, integra o Calendário Internacional Comemorativo ao Bicentenário de Nascimento da Heroína de Dois Mundos. As comemorações visam difundir a memória e a história da heroína, além de promover e solidificar o turismo histórico, cultural e cívico no estado.

Ewaldo Willerding