Por: Coluna Pelo Estado

A relação é direta. Quanto mais avança a vacinação em Santa Catarina, melhor fica o quadro no combate ao coronavírus no estado. Os números do Vacinômetro, a base de dados da Secretaria da Saúde, são alvissareiros. Conforme os dados publicados até a tarde desta terça-feira (23), 4.843.440 moradores de SC já haviam tomado as duas doses dos imunizantes – isto representa 79,10% do público apto a receber vacinas; e 66,78% da população geral. Com relação à primeira dose, a contagem aumenta. Ao todo, 5.709.325 receberam ao menos uma picadinha das doses, ou seja, 93,24% da população vacinável e 78,72% de todos que moram em SC.

Ainda pelos dados do Vacinômetro, no total foram 11.044.991 de doses aplicadas desde o início da campanha. Em relação ao reforço, 474.636 pessoas receberam a dose 3. A primeira análise boa sobre estes números é de que já nesta quarta-feira (24) eles estarão defasados – a estratégia avança e a cada dia cresce o número de imunizados. O reflexo é imediato. De acordo com dados oficiais da Secretaria da Saúde, Santa Catarina não registra nenhum paciente com Covid-19 aguardando transferência para leito de unidade de terapia intensiva há mais de três meses.

A última vez que houve fila de espera foi no dia 3 de agosto de 2021, 110 dias atrás. “Todos nós entendemos que a porta de saída desta pandemia é a vacina. Quanto mais vacinarmos, menos casos graves teremos, menos óbitos e menos internações. Nós estamos hoje avançando na vacinação e colhendo os frutos como sociedade, como povo catarinense”, confirma o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Não à toa a última Matriz de Risco Potencial Regionalizado divulgada neste sábado (20) aponta 13 regiões como risco potencial moderado (cor azul) e quatro regiões como risco potencial alto (cor amarela). Nesta semana, existem 237 pacientes na UTI. Há 527 leitos disponíveis. Números que causam alívio em qualquer catarinense.

 

Deputado Cel. Mocellin destinou R$ 2 milhões para a compra de equipamentos como nadadeiras, óculos, apitos e life belts | Foto Divulgação

 

Segurança no mar

Os guarda-vidas civis que irão atuar na temporada de Verão em Santa Catarina estão começando a receber os novos kits adquiridos por meio de emendas do deputado Coronel Mocellin (PSL). O parlamentar destinou R$ 2 milhões para a compra de equipamentos como nadadeiras, óculos, apitos e life belts.  Ele, que nessa segunda-feira (22) participou de formatura de guarda-vidas, em Biguaçu, na Grande Florianópolis, também garantiu recursos para a compra de postos de guarda-vidas em vários balneários. “Praticamente zeramos as mortes por afogamento nos balneários do Estado e vamos continuar sendo uma referência no salvamento aquático no Brasil”, destacou Mocellin.

 

Campo

Foi aprovado o PL 402/2021, de autoria do deputado Valdir Cobalchini (MDB), que visa instituir a PEEEJC (Política Estadual de Estímulo ao Empreendedorismo do Jovem do Campo). Conforme o texto, a iniciativa é voltada a pessoas entre 15 e 29 nove anos e que atuem no meio rural. Entre as ações previstas estão a promoção da elevação da escolaridade e qualificação profissional dos jovens, acesso ao crédito, e incentivo do turismo rural. “O propósito é estimular o jovem agricultor a permanecer  no  campo  e  investir  na  agricultura”, diz Cobalchini.

 

Santa Cannabis

A deputada Paulinha (sem partido) é a convidada da live especial da Associação Brasileira de Cannabis Medicinal, Santa Cannabis Medicinal, nesta quarta (24), às 19h, no Instagram da instituição. A live também será transmitida nas redes sociais da deputada no @deputadapaulinha. A parlamentar vai falar a respeito do seu Projeto de Lei que torna obrigatório o fornecimento de medicamentos à base de Cannabis para condições médicas debilitantes no SUS de Santa Catarina. A live já está sendo anunciada nas redes sociais da @santacannabis.

 

Energia

A SPU-SC (Superintendência do Patrimônio da União) cedeu gratuitamente à Celesc terreno de 116.935,2 m², entre Santo Antônio de Lisboa e Ratones, em Florianópolis. O imóvel, que vale R$ 14,6 milhões vai possibilitar a Celesc realizar obras nos próximos dois anos, num investimento de R$ 61 milhões, que aumentará a capacidade energética dos atuais 1.284 MVA para 1.584 MVA. “A instalação desta linha de transmissão vai aumentar de 23% o fornecimento de energia elétrica na Ilha de SC”, garante o superintendente da SPU Nabih Henrique Chraim.

 

Bolsa atleta

A CCJ da Alesc apresentou parecer favorável ao PL do governo do Estado que institui a “Bolsa-Atleta”. O investimento é de quase R$ 8,5 milhões. Os valores variam de R$ 350 mensais, para o atleta escolar nacional; a R$ 1,5 mil por mês, no caso dos atletas olímpicos e paralímpicos, que terão acréscimo de 20% para equipamentos específicos adaptados. O PL ainda passa nas comissões de Finanças e Tributação; e de Educação, Cultura e Desporto.

 

 

Ewaldo Willerding