Por: Coluna Pelo Estado

A marca não é necessariamente motivo de comemoração, mas ao menos o ritmo de vacinação começou a acelerar em Santa Catarina e com a chegada de mais 141 mil doses nesta sexta-feira, 26, a Secretaria da Saúde contabiliza 1.018.990 recebidas desde o início da imunização. A distribuição para as 17 unidades descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVES) das Regionais de Saúde começou na tarde desta sexta-feira mesmo para as central de Rio do Sul. As centrais de Joinville, Grande Florianópolis, Criciúma, Blumenau e Itajaí fazem a retirada das doses na própria Central Estadual de Rede de Frio, em São José.

As vacinas de Jaraguá do Sul e Mafra serão retiradas pela central de Joinville, já as de Araranguá e Tubarão, pela Central de Criciúma. Todos os veículos serão escoltados pela Polícia Militar. Na manhã deste sábado, 27, o avião do Corpo de Bombeiros Militar decola de Florianópolis com as doses das centrais de Lages, Joaçaba, Videira, Chapecó, São Miguel do Oeste, Xanxerê e Concórdia. O novo lote atenderá aos idosos entre 70 e 74 anos e de 65 a 69 anos, além dos trabalhadores da saúde, conforme explica João Augusto Brancher Fuck, diretor da DIVE/SC.

O desembarque de mais imunizantes chega junto com a informação da Superintendência de Vigilância em Saúde (SUV) de que já foram identificadas mais 55 amostras compatíveis com a Variante de Preocupação (VOC) P.1, conhecida como a variante brasileira. Os casos foram confirmados pela Fiocruz  em Florianópolis, São José, São João Batista, Joinville, Blumenau, Bombinhas, Itapema, Ituporanga e Jaraguá do Sul. Sendo que, 31 casos são do sexo feminino e 24 do sexo masculino. A notícia só reforça a importância dos cuidados à prevenção à Covid-19, principalmente com a chegada de mais um final de semana e a aproximação do feriadão da Páscoa.

 

Deputado Moacir Sopelsa mostra preocupação com prejuízos agrícolas | Foto Divulgação/Agência AL

 

Cadeia agrícola

A dependência do milho como insumo para atividades rurais de destaque em SC, como a avicultura, suinocultura, produção de leite e pecuária de corte foi assunto abordado pelo deputado Moacir Sopelsa na Alesc. Ele defendeu a necessidade de investimentos na infraestrutura, especialmente numa malha ferroviária para reduzir custos do transporte. Sopelsa os prejuízos nas lavouras de milho, com a seca na primeira safra e a praga da cigarrinha no plantio tardio. “Se nada for feito, nossa economia agrícola vai perder posição de destaque”, alertou Sopelsa.

Empreendedores

A união entre duas entidades para viabilizar medidas de apoio aos empreendedores catarinenses atingidos pela pandemia foi selada em reunião virtual nesta sexta-feira, 26. Em encontro entre o presidente da Câmara Temática de Desenvolvimento Econômico da FECAM, Marcelo Fett, secretário de Desenvolvimento Econômico de São José, e o presidente da FECOMÉRCIO-SC, Bruno Breithaupt, foram discutidas ações para viabilizar as medidas previstas no Programa SUPERA SC. Durante a agenda, foi combinado que a proposta que será levada para o governo do estado incluirá também a previsão de incentivos fiscais, além da criação dos Fundos de apoio aos empreendedores, especialmente aos micros e pequenos.

 

Impeachment

O tribunal especial que julga o impeachment do governador Carlos Moisés, referente à compra supostamente fraudulenta de 200 respiradores artificiais, seguiu além do horário de fechamento da coluna. Uma decisão, no entanto, foi tomada logo cedo. O presidente Ricardo Roesler rejeitou o pedido do deputado Ivan Naatz (PL) pela suspeição do colega José Milton Scheffer (PP). Naatz alegava que por ser líder do governo Scheffer não poderia votar. Roesler considerou improcedente a demanda.

 

Celesc

A Celesc recebeu carta de reconhecimento à atuação em meio aos desafios da pandemia, emitida pela Comissión de Integración Energética Regional (CIER), destacando a dedicação e o empenho dos empregados em prol da população catarinense, garantindo a continuidade e a confiabilidade do sistema elétrico. O Órgão Internacional do Setor Elétrico para América Latina e Caribe, com sede no Uruguai, também enviou ao presidente Cleicio Poleto Martins, uma placa com o registro da homenagem.

 

Ewaldo Willerding