Por: Coluna Pelo Estado

Apesar de estar com os prazos suspensos pela decisão liminar concedida pelo TJSC na semana passada, o impeachment do governador Carlos Moisés (PSL), da vice, Daniela Reinehr (sem partido) e do secretário Tasca (Administração) tem movimentado os bastidores da Assembleia para a indicação dos nomes da comissão. A expectativa se forma diante das chances que a Alesc teria em conseguir derrubar a decisão com recurso enviado ao STF.

Jessé Lopes recorreu às redes sociais para anunciar que é o nome do PSL. O bolsonarista é opositor declarado do governador e vai ocupar uma das duas vagas do bloco PSL e PL. Na disputa pela outra cadeira estão Ivan Naatz e Marcius Machado. Naatz não tem poupado críticas ao governador. Relator da CPI dos Respiradores, chegou a afirmar que Moisés mentiu à Comissão.

Já Marcius elogiou a gestão de Moisés publicamente na sessão desta terça-feira, 11, ao comentar a execução de emendas de sua indicação: “Não existe emenda nenhuma que compre deputado, emenda é um direito nosso. Então, nós indicamos as emendas, mas é importante ressaltar que foi no governo Carlos Moisés que ele honrou o compromisso, que ele honrou com a lei”, afirmou.

No bloco PP-PSB-Republicanos-PV, quem fará o anúncio da escolha é o líder, deputado Nazareno Martins, do PSB. As tratativas giram em torno dos pepistas Altair Silva e João Amin, mas ainda sem definição.

A líder do governo, deputada Paulinha (PDT), anunciou publicamente a intenção de integrar a comissão, mas ainda aguarda uma resposta oficial do bloco (PSD, PSDB e PSC). Ismael dos Santos e Marcos Vieira são dados como os escolhidos. 

O MDB deve confirmar Luiz Fernando Vampiro e Moacir Sopelsa. 

O PT vai com Fabiano da Luz.

:. Leia o PDF da Coluna Pelo Estado desta quarta-feira, 12 de agosto

Sem máscara 

A deputada Caroline De Toni chama de “focinheira”, em suas redes sociais, uma das principais proteções que todo cidadão recorre para evitar o contágio do coronavírus. Em sua conta no Instagram, ao publicar fotos pelo Centro de Chapecó, disse que antes que “os chatos plantão digam algo”, assevera, emendando que tirou a “focinheira (máscara) apenas pra tirar as fotos e pra comer o churros”.

 

A vice em BSB

A vice-governadora Daniela Reinehr tenta se calçar no aspecto político e jurídico recebendo o apoio dos Bolsonaro. Karina Kufa, advogada que atende o presidente, vai atuar na defesa dela no processo de impeachment. Ela teve agenda também com o vice-presidente, General Mourão (PRTB). Nas redes sociais, agradeceu pelo apoio que tem recebido e a atenção dada pelo Governo Federal a Santa Catarina. 

 

Emendas para as estradas

O diretor-geral do DNIT, General Santos Filho, destacou o empenho da bancada de Santa Catarina na colaboração de aporte de emendas parlamentares. “Os parlamentares catarinenses têm uma preocupação muito grande e ajudaram muito o DNIT a entregar melhores condições de rodovias”, disse durante reunião em conjunto com o Ministério da Infraestrutura com a participação do Fórum Parlamentar Catarinense. Os técnicos do DNIT mostraram os principais empreendimentos em execução, os estudos e projetos e as perspectivas para 2021.

Coluna Pelo Estado: Fábio Bispo e Nícolas Horácio