Por: Coluna Pelo Estado

O relator da CPI dos Respiradores, deputado Ivan Naatz (PL), vai se reunir com demais parlamentares nesta terça-feira, 11, para discutir dois pontos principais da comissão: o primeiro é a possibilidade de antecipar o relatório final, que estava marcado para o dia 18 deste mês, e o segundo como será o tratamento ao governador Carlos Moisés (PSL). “O governador mentiu à CPI e isso é um dos pontos que vamos conversar”, afirmou o relator.

Segundo Naatz, o relatório final vai confirmar a existência de fraude na compra dos 200 respiradores com pagamento antecipado e vai relacionar uma série de servidores e empresários envolvidos. “A fraude está consolidada, agora vamos mostrar quem participou”, emendou o deputado.

No entendimento dos deputados, o governador não conseguiu confirmar com precisão a data em que teria tido conhecimento da compra dos respiradores. As datas informadas por Moisés, em sua resposta por escrito, conflitaria com dados colhidos em depoimentos.

:. Leia PDF da Coluna Pelo Estado desta terça-feira, 11 de agosto

Novo pedido de impeachment

Um novo pedido de impeachment contra o governador Moisés (PSL) e a vice, Daniela Reinehr (sem partido), foi protocolado na Alesc na tarde de segunda-feira, 10. O documento é assinado por mais de 20 pessoas que representam entidades, como Sinduscon, empresas de transporte turístico e diversos escritórios de advocacia. O pedido deve se juntar a outro mais antigo, que ainda aguarda análise da Procuradoria da Alesc.

 

Alesc recorre

A Assembleia Legislativa ingressou com recurso no STF contra a decisão que suspendeu o processo de impeachment que já foi aceito contra o governador Moisés, a vice e o secretário de Administração, Jorge Tasca. O relator da matéria será o ministro Luís Roberto Barroso. A disputa se dá em torno do rito e das fases que a defesa tem para se manifestar. Barroso foi quem decidiu o rito do impeachment de Dilma, o mesmo que a Alesc diz ter seguido.

 

Cartilha da família

A ministra Damares Alves, que comanda o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos no governo Jair Bolsonaro pretende lançar uma cartilha para fortalecer o casamento. A informação é da jornalista Camila Mattoso, da Coluna Painel da Folha de São Paulo. Não há informações, ainda, sobre o conteúdo das orientações. A pasta informou que problemas sociais, como preconceito e violência, podem ser evitados com o protagonismo da família.

 

Mercoagro

Como já era esperado, a Associação Comercial e Industrial de Chapecó transferiu a 13ª edição da Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne, Mercoagro, para o período de 16 a 19 março de 2021, no Centro de Exposições Tancredo Neves. O adiamento é consequência natural da pandemia de Covid 19.

 

Joaçaba

O Núcleo de Estudos da Economia Catarinense (Necat) apontou que microrregião de Joaçaba foi a região com as maiores taxas de crescimento de novos casos de coronavírus em apenas uma semana. De acordo com o boletim, Capinzal, Joaçaba, Videira, Herval do Oeste, Caçador e Fraiburgo tiveram crescimento alarmante. Com exceção de Joaçaba, todos tiveram taxa de crescimento no número de casos acima de 50% na última semana.

Coluna Pelo Estado: Fábio Bispo e Nícolas Horácio