Por: Fábio Bispo e Nícolas Horácio/Coluna Pelo Estado | 27/06/2020
As prefeituras de Blumenau e Joinville, onde o número de contaminados por covid-19 cresce de forma vertiginosa, decidiram que os idosos não podem mais circular nas ruas. As medidas vieram das prefeituras e foram anunciadas para combater o novo vírus.

Em Blumenau, o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) quer proibir idosos nos ônibus. Em Joinville, Udo Döhler (MDB) determinou isolamento domiciliar compulsório de idosos. Quem andar na rua sem documento pode ser levado para averiguação de identidade.
Coronavírus e a terceira idade

Nos dois casos, a Defensoria Pública de Santa Catarina ingressou com ação para garantir o cumprimento do Estatuto do Idoso e denunciar as medidas como discriminatórias. O argumento é simples, não há restrições a outros grupos do grupo de risco. Igualmente, o transporte coletivo e shoppings centers, considerados locais de alto risco de contaminação,  permanecem em funcionamento.
Para o defensor público Djoni Luiz Gilgen Benedete, de Joinville, as medidas são inconstitucionais, ilegais e desproporcionais. Fernando Correa, que atua na causa de Blumenau, diz que a medida discrimina os idosos quando não prevê sanções restritivas ao transporte público, por exemplo, a outros grupos de risco.
Acesse o PDF da coluna de hoje, 27/06/2020.
Orgânicos

Agricultores familiares de Santa Rosa de Lima, pioneiros na implantação da Associação Acolhida na Colônia, também precisaram se reinventar neste período de prevenção à proliferação do novo coronavírus. Com a suspensão das atividades de turismo e à queda a zero da ocupação nas pousadas da zona rural, produtores descem a encosta da serra a cada 15 dias para levar à clientela de Florianópolis cestas com frutas e verduras orgânicas, ovos caipiras, mel, geleias e temperos. Saem cedinho, ainda de madrugada, e só voltam na boca da noite, em viagem de 160 quilômetros ida e volta, sendo parte do trecho sem pavimentação.  “Mesmo assim, vale a pena”, diz Jackson Baumann, um dos associados.
Barreira em BC
Em Balneário Camboriú, o prefeito Fabrício Oliveira (Podemos) baixou decreto determinando instalação de barreiras sanitárias monitoradas pela Saúde e Segurança. Nos pontos, será feita a verificação dos ocupantes do veículo para identificação de sintomas. Licenciamentos de municípios de outros estados poderão ter a entrada restringida.
PL da Fake News
Senador Esperidião Amin (PP) fez apelo à mesa para que retire da pauta o PL das Fake News. Amin apresentou substitutivo como emenda de plenário para corrigir o que chamou de excessos da proposta. No entanto a presidência não abrirá espaço para a votação dos substitutivos.  Se for inevitável, disse o senador, votará contra a proposta da forma que foi apresentada..
Gafanhotos
A Epagri permanece atenta ao deslocamento da nuvem de gafanhotos pelo território argentino, mesmo diante da possibilidade remota de a praga chegar a Santa Catarina. As condições meteorológicas climáticas previstas para o Estado indicam a chegada de uma frente fria acompanhada de queda de temperatura, o que não favoreceria a chegada dos insetos ao território catarinense.