Por: Coluna Pelo Estado

Vem da suinocultura a boa notícia para a economia catarinense. Em tempos de pandemia, com retração na maior parte dos setores produtivos, mudanças nos hábitos de consumo e todo o resto que já estamos cansados de ver e viver, o setor do agronegócio catarinense em 2020 se tornou grande destaque da nossa economia. 

E muito disso se deve às exportações. Em agosto, a suinocultura manteve o crescimento e alcançou um faturamento de US$ 109,3 milhões – o segundo maior valor já registrado na série histórica, desde 1997 – e 56,8% a mais do que no ano anterior.

No último mês o estado exportou 50,8 mil toneladas de carne suína, um aumento de 55% em relação a agosto de 2019.  O crescimento, mais uma vez, é puxado pela China, que importou 33 mil toneladas do produto no valor de US$ 73,9 milhões. Esses valores representam incrementos de 109,1% e 115,5% em relação a agosto de 2019, respectivamente.

Santa Catarina é o maior produtor nacional de carne suína, com um status sanitário diferenciado, que tem aberto portas mundo afora. 

:.Leia o PDF da Coluna Pelo Estado deste fim de semana, 12 e 13 de setembro

 

Barrigas

Cumprindo agenda em Itajaí, os deputados Ana Campagnolo e Sargento Lima, ambos do PSL, posaram para foto no Hospital Pequeno Anjo. Com senso de humor aguçado, a deputada fez uma brincadeira em sua página no Instagram comparando a sua barriga de mãe com o porte avantajado do deputado. Em tom de bons amigos ela agradeceu a parceria de lima, a quem chamou de “guerreiro no parlamento!”.

Sem gasolina

Um posto de combustível da Grande Florianópolis, flagrado na operação “Bomba Suja” quando comercializava gasolina comum adulterada, seguirá de portas fechadas e sem permissão para comercializar. A decisão partiu da 1ª Câmara de Direito Público do TJ. O posto foi autuado após amostras de combustível, coletadas por fiscais do Procon e analisadas por laboratórios da Furb – Fundação Universidade Regional de Blumenau, registrarem em sua composição 68% de etanol, quando o máximo deveria ser 25%.

Ônibus

Deputado Bruno Souza (Novo) projeto de lei para alterar o sistema de transporte coletivo intermunicipal no Estado, prevendo que deixe de ser por meio ‘concessão’ para o modelo de ‘autorização’. No novo modelo, além de não ter limite de empresas prestando o serviço, quem decide as linhas são as próprias transportadoras. O projeto também garante que os preços serão regulados pela concorrência e livre mercado, cabendo ao poder público a fiscalização dos serviços. Segundo o deputado, a proposta prioriza liberdade e concorrência.

SC no Alvorada

A estilista catarinense Luhana Pawlick, que tem loja de vestidos e ateliê de alta-costura em Campinas, São José, ficou de 6 a 8 de setembro em Brasília, com a família Bolsonaro. Ela criou o traje usado pela primeira-dama, Michelle Bolsonaro, na cerimônia de 7 setembro que o presidente insistiu em fazer, por ser militar. Luhana, acompanhou as agendas de Michelle e frequentou o palácio. O vestido, segundo a estilista, é um presente. Posteriormente, será leiloado e o dinheiro destinado a alguma ONG ligada ao projeto Pátria Voluntária. Entrevista sobre a catarinense em Brasília você encontra no SC Portais.

Coluna Pelo Estado

Edição e textos: Fábio Bispo 

Conteúdo e redes sociais: Nícolas Horácio

peloestado@gmail.com